Blog

Engenharia de Minas

Conheça mais sobre a profissão de engenheiro de minas aqui no blog da NetProfissões!

Engenharia de Minas

O profissional desta área realiza a prospecção de jazidas, extração de minérios (lavra), separa e concentra o material extraído, estimando o tamanho das reservas e qualidade do minério. Analisa a possibilidade técnica e econômica da extração, define equipamentos fazendo o levantamento de materiais e recursos humanos necessários. Deve seguir rigorosamente a legislação ambiental, reduzindo ao máximo o impacto da exploração sobre o meio ambiente, utilizando-se de tecnologias de última geração e destinando a reciclagem dos materiais. A região Sudeste é detentora de 40% do mercado, seguido da região Sul.

Áreas de Atuação

O Engenheiro de Minas exerce a sua profissão geralmente em companhias mineradoras, pedreiras, reservatórios e construtoras de rodovias.

Prospecção: planeja e executa atividades para detectar depósitos minerais, geralmente com os geólogos em parceria;
Beneficiamento e Processamento: elabora métodos para reciclar minérios, reduzindo o impacto ao meio ambiente, e, acompanha o processo de tratamento desses materiais;
Lavra: elabora e supervisiona a exploração de minas;
Mecânica de Rochas: analisa o comportamento mecânico das rochas e suas funções, influenciando a estrutura de túneis e galerias;
Abertura de Vias Subterrâneas: determina a técnica adequada para extração da água subterrânea e de minerais;
Área Comercial: venda de equipamentos para o segmento;
Educação: ministra aulas e executa pesquisas sobre reservas minerais, qualidade, tipos e utilidades dos minérios;
Exploração de Minas: elabora projetos para extração de minérios, viabilizando parte econômica e técnica do processo, desde planejar, identificar, executar e separar minerais à serem utilizados nas mais variadas indústrias.


Regulamentação

CONFEA - Conselho Federal de Engenharia e Agronomia e seus conselhos regionais, os CREA’s.

Compartilhe este artigo:

https://www.netprofissoes.com.br/blog/engenharia-de-minas/

Comentários